Buscar

Nas telas, o realismo de todas as raças


Nas provas equestres dos Jogos Olímpicos Rio 2016, as mulheres têm marcado presença com muita graça e competência em todas as modalidades. Elas e suas montarias, registradas por competentes fotógrafos, têm todas as chances de serem também eternizadas não apenas nas fotos, mas também nas telas de uma artista que vem se superando em técnica e realismo. Seu nome, Rosana Cavalcante de Albuquerque.

Embora diga que, ao longo de 20 anos de carreira artística, já "pintou de tudo". Trote&Galope quis ouvir um pouco mais sobre sua trajetória e descobrir porque, hoje, seu foco são os cavalos.

Das finanças para as telas

Nascida na capital paulista, Rosana não teve as artes plásticas em sua formação. Pelo contrário, foi a partir da faculdade de economia, finanças e administração que ela desenvolveu promissora carreira na gerência de uma instituição financeira. Mas, por conta do destino e das escolhas que se viu no direito de fazer, Rosana abriu mão desse campo profissional. Não demorou para descobrir-se apaixonada por algo que mudaria a sua vida .

Foi visitando uma exposição de quadros que Rosana conheceu a sua nova profissão, com a qual nunca sonhara. "Ao ver aqueles quadros, aquela poesia colocada em cada tela, me apaixonei a ponto de decidir que aquilo era o que eu queria fazer", relembra a artista. E assim, sem qualquer formação artística, Rosana partiu em busca de cursos que lhe ajudassem a entender sobre cores, desenho e composição.

Hoje, mesmo se considerando mais para autodidata, Rosana classifica seu estilo como "arte realista". Mas, confidencia: "estou me aprimorando para chegar ao hiper-realismo. Precisamos estar sempre aprendendo."

Temas equestres

Não por acaso, a artista descobriu que os temas equestres sempre fizeram parte da sua vida, por isso - hoje - ela dá foco de 100% neles. "Eu adoro pintar temas árabes, logo, não há como não ter a presença dos cavalos. Minha paixão por cavalos selvagens fez com que eles se tornassem o tema predominante em meus quadros", explicou.

Para os trabalhos ganharem o realismo que virou marca registrada em seus quadros, e até mesmo para o aprimoramento da técnica do hiper-realismo, Rosana dá preferência ao suporte visual das fotos de alta resolução. "Por serem de extrema qualidade, elas favorecem o desenvolvimento de meu trabalho com todo o realismo que procuro mostrar, pois cada detalhe do cavalo é importante", ensina Rosana.

Essa incrível riqueza de detalhes, características marcantes em suas obras, acabou por lhe abrir caminho às paredes de clientes na China, Itália e Estados Unidos, que hoje se somam aos do Brasil. Isso, sem dúvida, também lhe deu oportunidade de exposições em galerias de arte, mas Rosana confessa que preferiu seguir seu caminho sozinha.

Vivendo da arte

Versátil e muito dedicada a cada obra que inicia, Rosana gosta igualmente das telas e dos

papéis, dos pincéis e das espátulas. "Me agrada tanto as tintas a óleo como a aquarela, que nos dá muita liberdade para trabalhar; gosto tantos dos pincéis como dos trabalhos espatulados, acho lindo", fala com entusiamo.

Apesar de se concentrar bastante na internet, a artista não tem site de venda. Trabalhando sempre por encomenda, prefere pensar apenas como passado o tempo em que vendia muito bem nas exposições que realizava em restaurantes da elite paulista. "Entrei no Facebook indiretamente, por amigos que compravam meus quadros e os compartilhavam na rede. Isso me ajudou a descobrir que eu poderia ir mais longe", relembra.

"Foi então que eu resolvi fazer meu perfil e vi um mundo novo se abrir, no qual fui adicionando muitas pessoas do mundo equestre. No início foi bastante complicado, mas o facebook me levou longe, onde - por incrível que pareça - através dele conheci José Nogueira Martins, na TLHD Tribuna Lusitana." Rosana conta que foi uma entrevista dela, através de Junior Gonçalves (Haras Cantareira) que lhe deu oportunidade de entrevista exclusiva na Rede Bandeirantes. Lembra que foi com a repórter Marina Machado, na semana em que a emissora falava somente de cavalos e Doda Miranda foi o convidado ilustre.

Ela revive com alegria aqueles momentos. E desde então vem caminhando pelas mídias sociais, adicionando sempre novos amigos, mostrando seus trabalhos e se aprimorando cada vez mais. "Eu sou uma pessoa que vive 100% da arte, pois eu acredito no que faço. Muito obrigada a todos que, de uma forma ou de outra estão me ajudando a seguir adiante", agradece a artista plástica Rosana Cavalcante de Albuquerque.

#pintura #artistaplástica #óleosobretela #RosanaCavalcante

2 visualizações
  • Facebook Trote&Galope
  • Instagram Trote&Galope
  • Youtube Trote&Galope

© 2014 por TROTE & GALOPE e HELENO CLEMENTE PHOTOEQUESTRE

Todos os direitos reservados. Proibido reproduzir textos ou fotos sem autorização do autor. All rights reserved.