• Facebook Trote&Galope
  • Instagram Trote&Galope
  • Youtube Trote&Galope

© 2014 por TROTE & GALOPE e HELENO CLEMENTE PHOTOEQUESTRE

Todos os direitos reservados. Proibido reproduzir textos ou fotos sem autorização do autor. All rights reserved.

Buscar

Exército Brasileiro presta homenagem aos atletas militares do hipismo Adestramento


Os atletas militares olímpicos - Luiza Tavares de Almeida e João Victor Marcari Oliva - serão homenageados neste domingo (09/10) durante o Campeonato de Hipismo do Exército, que acontece na Academia Militar de Agulhas Negras, Resende (RJ). Terceiros-sargentos do Exército Brasileiro e atletas militares, Luiza e João Victor fazem parte do programa de atletas de alto rendimento das Forças Armadas, sendo apontados como modelo de esportistas, inspiração e exemplo para os cadetes da AMAN e alunos do Colégio Militar do Rio de Janeiro.

Luiza Tavares de Almeida: Sargento Luiza Almeida (24 anos) competia no Salto até os 12 anos, quando se transferiu para o Adestramento, construindo uma sólida carreira nas pistas. É a atleta da modalidade que mais representou o Brasil em Olimpíadas (Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016).

Como atleta militar, foi medalha de ouro individual e prata por equipe nos Jogos Mundiais Militares de 2011, no Rio de Janeiro. Em Pan-americanos, duas participações: Jogos do Rio 2007, quando foi bronze por equipe, e Jogos de Guadalajara/México 2011. Luiza Almeida também integrou a equipe nos Jogos Equestres Mundiais de Kentuck/EUA 2010 e Normandia/França 2014, sendo a primeira representante da América do Sul no FEI World Dressage Cup em ‘s-Hertogenbosch, Holanda. Pentacampeã brasileira (Junior 2006 e Sênior Top em 2008/2011/2012 e 2013). A amazona venceu por cinco anos consecutivos - de 2009 a 2013 - o Prêmio Brasil Olímpico, o “Oscar” dos esportes conferido pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Luiza Almeida pertence à tradicional família luso-brasileira, os Tavares de Almeida, que seleciona cavalos Lusitanos há quase três décadas na Coudelaria Rocas do Vouga, em Itu (SP).

João Victor Marcari Oliva: Sargento Oliva (20 anos) foi o melhor brasileiro da modalidade Adestramento (Dressage) em Olimpíadas, quando nos Jogos do Rio 2016 fechou sua apresentação com Xamã dos Pinhais, alcançando 68.071% no Grand Prix. Além de talentoso cavaleiro, também é dele o comando da seleção de cavalos Lusitanos na Coudelaria Ilha Verde, em Araçoiaba da Serra (SP). Enquanto a paixão por cavalos e pela Dressage é herança do pai (o empresário Victor Oliva, que deu início a seleção dos animais no início dos anos 1990), João Victor tem na mãe (Hortência Marcari, ícone do basquete brasileiro) sua inspiração como atleta.

João Victor aprendeu a montar aos três anos no haras; aos 12, em 2008, fez estreia vitoriosa nas pistas. De lá até as Olimpíadas do Rio, soma várias conquistas, entre elas a medalha de bronze por equipe nos Jogos Pan-americanos de Toronto 2015; medalha de ouro individual e por equipe nos Jogos Sul Americanos de 2014, no Chile; melhor resultado da equipe nos Jogos Equestres Mundiais da Normandia, na França, também em 2014; Pentacampeão brasileiro (Amador em 2008, Mirim 2009, Junior em 2010 e 2011 e Young Rider 2012); vencedor do Prêmio Brasil Olímpico - “Oscar” dos esportes conferido pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) – em 2014 e 2015, além de indicado em 2012 e 2013. João Victor contabiliza dezenas de participações em Concursos de Dressage Internacional (CDI) de 3 a 5 estrelas , realizados no Brasil, América do Sul e diferentes países europeus.

Desde julho de 2014, João Victor vive em Möhnesee/Günne, Alemanha, onde além de treinar com Norbert van Laak e participar de competições internacionais, também prepara e treina cavalos Lusitanos de outros criadores e os apresenta ao mercado europeu.

fonte: Assessoria de Imprensa (Rute Araújo) / fotos: Ney Messi (Luiza Almeida) / Divulgação

#dressage #adestramento #JoãoVictorMarcariOliva #LuizaAlmeida

0 visualização