Buscar

Campeãs brasileiras de Três Tambores 2017 entram para a história da ANTT


Grande final de temporada da Associação: com a vitória de Viviane Gratão, primeiro título da categoria Gold vai para fora do estado de SP; na Silver, primeiro título, depois de 14 finais consecutivas fica para Thais Munique; Tarcila Ferguson, na Mirim, conquista o tetracampeonato.

Realizada no último fim de semana (10 a 12/08) durante a FAICI, em Indaiatuba/SP, a finalíssima da ANTT – Associação Nacional de Três Tambores – 2016/2017, que consagrou as novas campeãs nacionais dos Três Tambores, ficará marcada como uma das mais disputadas e emocionantes dos 14 anos de história da entidade. Premiando a campeã nacional com um automóvel zero Km, foram distribuídos ainda mais de 100 mil reais entre as finalistas.

Gold Race

Depois de 13 anos de domínio paulista, na categoria principal Feminino, a goiana Viviane Gratão entrou para a história e conquistou seu primeiro título nacional pela ANTT. A vitória só foi confirmada na última passada, quando a competidora encerrou a prova com chave de ouro montando Linda Dry Diggs, em um tempo de 16s442.

Mantendo regularidade durante toda a temporada, Viviane chegou à etapa final como vice-líder do ranking, mas assumiu o primeiro lugar logo na primeira noite; depois, apenas administrou a vantagem sobre as principais concorrentes. Ela acumulou 1435 pontos e levou o carro.

“Estou muito feliz porque não foi fácil. Foi um ano batalhando, correndo atrás, sofrendo, com uma dedicação muito grande,” declarou a campeã após o título, referindo-se aos sacrifícios que as competidoras fazem para estar competindo em alto nível.

Ana Carolina Cardozo, de Araraquara (SP), que liderou toda a temporada, chegou como favorita por sua trajetória, mas terminou na segunda posição do ranking (80 pontos a menos que a campeã). Fatiana Ferreira, de Guaíra (SP), tetracampeã nacional ANTT que buscava seu quinto título, foi a terceira melhor ao somar 1290 pontos.

Na etapa final, as dez competidoras correram quatro passadas e, somados os tempos, receberam pontuação que se uniu ao ranking. A que obteve melhor desempenho foi Gabriela Sávio, de Brotas (SP). Marcou a menor média dessa etapa final na Gold Race: 16s459.

Silver Race

Pela Categoria Silver Race, uma espécie de série B reunindo as competidoras que terminaram a temporada regular entre a 11ª e 20ª posições no ranking, a decisão chegou equilibrada até o último dia.

As paulistas Thais Munique (Votuporanga) e Eduarda Peres (Potirendaba) estavam empatadas na primeira colocação do ranking; levaria o título quem conseguisse terminar à frente da concorrente na somatória de tempos da etapa.

Após derrubar um dos tambores na última passada, Eduarda abriu as portas para a conquista de Thais Munique, que encerrou sua trajetória nesse campeonato garantindo o título, o primeiro depois de 14 finais consecutivas, somando 710 pontos. Recordista, Thais é a única competidora que participou de todas as finais nos 14 anos da ANTT.

Na somatória da etapa final, pela Silver Race, a campeã foi Bethânia Morais, de Brasília (DF), com média de 16s471. Ela também foi a terceira colocada no ranking geral, com 620 pontos.

Mirim

O tetracampeonato da Categoria Mirim ficou para a goiana de Rio Verde, Tarcila Ferguson, coroando sua participação nesta classe: em quatro anos de ANTT, quatro títulos nacionais consecutivos. A partir da próxima temporada, Tarcila passa a competir exclusivamente na Categoria Feminino (adulta), mas deixou seu nome da história da ANTT como recordista de títulos entre as pequenas estrelas.

Mesmo não indo bem nesta etapa final, terminou em quarto na somatória geral de tempos. A pequena notável havia chegado com uma boa vantagem sobre as demais concorrentes, devido ao seu bom desempenho durante toda a temporada, e isso lhe garantiu o título ao terminar com 930 pontos.

Eduarda Peres, a segunda colocada no geral (820 pontos), também marcou seu nome, já que também foi vice-campeã pela Silver Race. O título da etapa final, considerando a soma dos tempos, ficou com Maria Júlia Ghiraldi, de Adamantina (SP), com a média de 16s893.

Destaques

Buscando incentivar a participação das competidoras nas etapas, a ANTT instituiu um prêmio para o Melhor Treinador, que foi concedido a José Carlos Mendes pelo quarto ano consecutivo. O prêmio é dado ao treinador que, ao longo da temporada, mais conquista pontos no ranking de acordo com a performance das meninas sob seu comando. É uma iniciativa da ANTT para reconhecer e valorizar uma das profissões mais importantes dos esportes equestres.

Quem recebeu premiação também foi a competidora Giovanna Morato, que ficou no top 5 da Silver e foi eleita a Competidora Revelação da Temporada. A atleta de Sorocaba (SP) fez o melhor tempo em um das noites da final e foi escolhida como revelação por estar a pouco tempo na modalidade e já se classificar nessa prova extremamente disputada.

ANTT

Assim, a Associação Nacional dos Três Tambores concluiu sua 14ª temporada, realizando a grande final pela segunda vez consecutiva na FAICI de Indaiatuba (SP). Flávia Cajé, vice-presidente da ANTT, agradeceu ao presidente José Marques Barbosa, à diretoria da FAICI pelo suporte concedido, às competidoras, treinadores e familiares, locutores Daniel Neto e Taturana, juiz Diego Testa e a todos que colaboraram para a realização do evento.

Ela ressaltou ainda que a Final teve o apoio da ABQM – Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Quarto de Milha, que pontuou os animais para registro de mérito e classificou cinco conjuntos para a Copa dos Campeões. Na ocasião, ABQM foi representada por Henrique Campana, Diretor de Esporte da entidade que vem acompanhando de perto o trabalho desenvolvido pela ANTT. Outro ponto importante desta parceria foi, mais uma vez, a realização do exame antidoping em dez animais que participaram da Final, escolhidos através de sorteio.

A Temporada 2016/2017 da ANTT, que teve início em setembro do ano passado, concluiu 12 eventos, sendo oito etapas regulares e quatro etapas bônus, em quatro estados do país. Silvana Bertato, presidente da ANTT, também agradeceu a diretoria de cada evento, "que nos recebeu nesta temporada e tornou possível a realização deste campeonato".

14° Campeonato Nacional de Três Tambores - Classificação Final

Gold Race

1 - Viviane Gratão – Catalão/GO - 1435 pontos

2 - Ana Carolina Cardozo – Araraquara/SP - 1355 pontos

3 - Fatiana Ferreira – Guaíra/SP - 1290 pontos

4 - Gabriela Sávio – Brotas/SP - 1010 pontos

5 - Ana Júlia Lima - S. J. Rio Preto/SP - 800 pontos

6 – Letícia do Valle – Presidente Prudente/SP – 710 pontos

7 – Gabriela Stabile – Osvaldo Cruz/SP – 660 pontos

8 – Tarcila Ferguson – Rio Verde/GO – 650 pontos

9 – Bianca Cristina – S. J. Rio Preto/SP – 640 pontos

10 – Maria Eduarda Silva – S. J. Rio Preto/SP – 525 pontos

Silver Race

1 - Thais Munique – Votuporanga/SP - 710 pontos

2 - Eduarda Peres – Potirendaba/SP – 650 pontos

3 - Bethânia Morais – Brasília/DF - 620 pontos

4 - Rafaela Slaviero – Curitiba/PR - 610 pontos

5 - Giovanna Morato – Sorocaba/SP - 525 pontos

6 – Keila Mendonça – Sorocaba/SP – 505 pontos

7 – Graziela Mendonça – S. J. Rio Preto/SP – 490 pontos

8 – Juliana Cremonezi – S. J. Rio Preto-SP – 470 pontos

9 – Daiane Sudário – S. J. Rio Preto-SP – 390 pontos

10 – Julia Yu – Brotas/SP – 340 pontos

Mirim

1 - Tarcila Ferguson - Rio Verde/GO - 930 pontos

2 - Eduarda Peres – Potirendaba/SP - 820 pontos

3 - Maria Eduarda Cardozo – Araraquara/SP - 800 pontos

4 - Maria Júlia Ghiraldi – Adamantina/SP - 370 pontos

5 - Mariana Ghiraldi – Adamantina/SP - 210 pontos

fonte: Assessoria de Imprensa (Agência PrimeComm) / fotos Daniela Venturini

#ANTT #TrêsTambores #Faici

0 visualização
  • Facebook Trote&Galope
  • Instagram Trote&Galope
  • Youtube Trote&Galope

© 2014 por TROTE & GALOPE e HELENO CLEMENTE PHOTOEQUESTRE

Todos os direitos reservados. Proibido reproduzir textos ou fotos sem autorização do autor. All rights reserved.