Buscar

Nata jovem do hipismo dá show no Brasileiro de Juventude em São Paulo


Pernambucanos Paulo Miranda e Henrique Maranhão conquistam os títulos Junior e Mirim. Por São Paulo, Lys Kang, Maria Vitor e Maria Rosa sobem ao topo do pódio nas categorias Pré-junior, Pré-mirim e Mini-mirim. No 2º semestre o desafio maior é o Sul-Americano 2018 em que o Brasil é sempre favorito.

Entre 10 e 15/7 o Campeonato Brasileiro da Juventude 2018 movimentou o Clube Hípico de Santo Amaro (SP). Foram definidos os campeões das categorias de base de alto rendimento: Mini-Mirim (8 a 11 anos) disputada a 1 metro com 34 conjuntos (cavalo x cavaleiro), Pré-Mirim (11 a 13 anos), a 1.10 m - 29 conjuntos, Mirim (12 a 14 anos), 1.20 m - 56 conjuntos, Pré-Junior (14 a 16 anos), 1.30 m - 29 conjuntos e Junior (14 anos a 18 anos), 1.40 m - 26 conjuntos, totalizando 174 conjuntos. Em paralelo, também foi disputado o Brasileiro de Escolas. Ao todo, jovens talentos de 14 estados estiveram presentes mostrando a força da nova geração do hipismo brasileiro. Nas categorias Pré-mirim, Mirim, Pré-junior e Junior a disputa também foi válida como seletiva e garantiu vaga aos três primeiros colocados para o Sul-americano da Juventude 2018, entre 28/10 a 4/11, no Chile.

O campeão Junior, Paulo Miranda com Tanita de Galeste

Pernambucano Paulo Miranda é o campeão brasileiro Junior

Na decisão da categoria Junior (14 a 18 anos), a 1.45 metro, 16 dos 26 conjuntos habilitaram-se à última prova. Com excelente atuação, o pernambucano Paulo Miranda com Tanita de Galeste (cedida por Franck Henouda, em parceria com José Roberto Reynoso Fernandez Filho) fechou a prova final com uma falta e uma pista limpa no 2º percurso, totalizou apenas 5,9 pontos perdidos (pp), conquistando o título brasileiro 2018. Pedro, 18, foi campeão brasileiro pré-junior em 2015 e monta em São Paulo há um ano e seis meses, com André Miranda e agora com José Roberto, no Clube Hípico de Santo Amaro.

Pedro Egoroff com Wangu Cooper: vice-campeão junior

Vencedor da prova final com único duplo zero, o top paulista Pedro Malucelli Egoroff com Wangu Cooper conquistou o vice-campeonato com 8,36 pp. Pedro, 17, também foi vice-campeão brasileiro junior em 2017. Em 3º e 4º lugar chegou o cavaleiro da casa Marcelo Gozzi montando Little Joe e Caprice VDL, respectivamente, com 12 e 12,2 pp.

Paulista Lys Kang fatura o bicampeonato brasileiro Pré-junior

Dos 29 conjuntos da categoria Pré-junior (14 a 16 anos), 25 foram para a final individual disputada a 1.35 metro. Com atuação perfeita do início ao fim, a amazona paulista da casa Lys Katherine Park Kang, montando Macarena Tok, conquistou o bicampeonato consecutivo com apenas 1 pp na prova final.

Lys Katherine Park Kang com Macarena Tok: campeã pré-junior

Sagrou-se vice-campeã Carolina Souza Chade com Flying High das Umburanas, que também fechou com menos de uma falta (equivalente a 4 pontos), 3,3pp, também por São Paulo. Coincidentemente, Lys e Carolina repetiram o placar do Brasileiro Pré-junior 2017 com os títulos de campeã e vice.

Carolina Souza Chade com Flying High das Umburana: vice-campeã pré-junior

A medalha de bronze ficou com Philip Greenless, campeão mundial FEI Children 2017 e representante do Brasil na Olimpíada da Juventude 2018 que, montando Premiere Avignon Z, 4,38 pp. Todos os sete primeiros colocados fecharam com menos de 2 faltas, fazendo jus ao ótimo nível técnico em todas as categorias.

Pernambucano Henrique Maranhão conquista o título brasileiro Mirim

Na grande final da categoria Mirim (12 a 14 anos), a 1.25 metro, 47 dos 56 conjuntos que iniciaram a competição disputaram a final individual. Após a 3ª e última prova - totalizando 5 percursos - nada menos que sete seguiam zerados e, mais uma vez, todos zeraram o desempate na corrida pelo título. Sagrou-se campeão o jovem talento pernambucano Henrique Fernandes Vieira de Albuquerque Maranhão com Coral Rec Xangô, que cruzou a linha de chegada, em 30s23. Henrique é campeão sul-americano Pré-mirim 2016 e em 2017 foi bronze no Sul-americano Mirim.

Henrique Albuquerque Maranhão com Coral Rec Xangô: campeão mirim

O vice-campeonato ficou com Maithe Carolina Gabriel de Lima Marino, campeã sul-americana Mirim 2017 que, montando Donadoni, registrou 30s32 em mais um percurso perfeito. A medalha de bronze coube ao gaúcho Augusto Bonotto Perfeito, montando CRM Busch van het Prinsenveld, 30s64.

Maria Fernanda Vitor, por São Paulo, conquista o título brasileiro Pré-mirim

A final individual Pré-mirim (11 a 13 anos), a 1.15 metro, contou com 20 conjuntos. Após a 3ª e última prova - totalizando cinco percursos no campeonato - três seguiam sem faltas e foram ao desempate direto ao cronômetro. Sagrou-se campeã a amazona de São Paulo, Maria Fernanda de O.F.B. Vitor montando Cassiana, que zerou na ótima marca de 39s55.

Maria Fernanda de O.F.B. Vitor / Cassiana: campeã pré-mirim

Também por São Paulo, Julia Lacombe Reche com Darla RCLI fechou com um derrube, em 47s49, conquistando o vice-campeonato. A amazona da casa, Vivian Katherine Park Kang -montando Qualimar - conquistou bronze, oito pontos, 47s49.

Maria Vitoria Gastão da Rosa é campeã brasileira Mini-mirim por São Paulo

Na final da categoria Mini-mirim (8 a 11 anos), a 1.05 metro, 25 disputaram a 3ª e última prova com dois percursos distintos. Com altíssimo nível técnico, nada menos que 10 conjuntos sem falta - após as quatro pistas das três parciais - habilitaram-se ao desempate, valendo a melhor aproximação ao tempo ideal de 46 segundos, mantido oculto até o final do percurso. Em mais um show de categoria, oito voltaram a zerar. Sagrou-se campeã a paulista Maria Vitoria Gastão da Rosa com Contigo de Laubry, que cruzou a linha de chegada em 45s90.

Maria Vitoria Gastão da Rosa / Contigo de Laubry: campeã mini-mirim

O vice-campeonato ficou com o jovem talento do Mato Grosso do Sul, Rafael Machado Mariano montando Luan, pista limpa, 45s10. Já a medalha de bronze coube a Giulia Atrasas Bolson montando SL Balli III pelas cores de Brasília, sem faltas, 45s03.

Dirigentes destacam nível técnico rumo ao Sul-americano da Juventude 2018 e apostam no crescimento em nível internacional

Para os jovens talentos das categorias Pré-mirim, Mirim, Pré-junior e Junior, candidatos a uma vaga nas duas equipes brasileiras no Sul-Americano 2018 no Chile, a participação no Campeonato Brasileiro foi obrigatória. Cada equipe será formada por quatro cavaleiros e um reserva e todos competem individualmente. Além do Brasileiro, foram realizadas três seletivas e a última acontece no Haras Albar, em Campinas (no interior paulista), entre 16 e 19/8.

Concorrentes da categoria Young Riders (16 a 21 anos) e que pleiteiam defender o Brasil no Chile precisam disputar o Campeonato Brasileiro da categoria, entre 26 e 29/7, na Sociedade Hípica Paranaense. A nata jovem do hipismo brasileiro é recordista de medalhas em Campeonatos Sul-americanos e, sem dúvida, segue em constante evolução.

"Esse ano, tivemos alto nível técnico em todas as categorias. Na série Mirim, por exemplo, 14 conjuntos viraram para a final com zero ponto e os sete sem faltas no campeonato também voltaram a zerar no desempate", analisa Caio Sérgio de Carvalho, ex-cavaleiro olímpico e coordenador das categorias de base na Confederação Brasileira de Hipismo (CBH). "Na categoria Pré-junior também tivemos um nível excelente. Antes tínhamos menos cavaleiros no último dia. O corte para ir à final costuma ser de 20 pontos e, desse vez, foi de 13 pontos. A pontuação de corte da categoria Mirim foi de 8 pontos. Na categoria Junior, a 1.40 metro e sempre muito difícil, o corte foi de 20 pontos e também está mostrando um nível muito bom", acrescentou o experiente treinador e dirigente.

O cavaleiro top Pedro Paulo Lacerda, diretor de Salto da CBH, também destacou o ótimo nível. "Tivemos um bom volume de participação no Brasileiro da Juventude e Escolas. O desempenho, principalmente nas categorias de base - Mini-mirim, Pré-mirim e Mirim - foi muito bom, com muitos conjuntos no desempate. Esperamos que isso se reflita nas competições internacionais com cada vez mais representantes do Brasil."

O campeão, vice-campeão e o 3º lugar do Campeonato Brasileiro Pré-mirim, Mirim, Pré-junior e Junior de cada categoria estão automaticamente convocados para o Sul-Americano, desde que tenham disputado duas outras seletivas. Também estão convocados os vencedores da seletiva até 3º lugar e demais vagas. O campeão, vice-campeão e o 3º lugar da classificação final do ranking seletivo estão convocados e demais vagas serão preenchidas por indicação da comissão técnica.

Final Junior

Campeão Paulo Miranda / Tanita de Galeste - FEP - 5,9 pp Vice Pedro Egoroff / Wangu Cooper - FPH - 8,36 pp 3º Marcelo Gozzi / Little Joe - FPH - 12 pp 4º Marcelo Gozzi / Caprice VDL - FPH - 12,2 pp 5º Bernardo Albuquerque Braga / Fabricio Método - FHBr - 13,51 pp

6º Laura Bosquirolli Tigre / Fleur de Vauxelles - FGEE -13,77 pp

Os vencedores Junior com Ronaldo Bittencourt Fº e Paulo Miranda

Final Pré-junior

Campeã Lys Katherine Park Kang / Macarena Tok - FPH - 1 pp Vice Carolina Souza Chade / Flying High das Umburanas - FPH - 3,3 pp 3º Philip Greenlees / Premiere Avignon Z - FPH - 4,38 pp 4º Juliana Salles Amaral de Almeida / Bien Estelle - FPH - 5,13 pp 5º Helena Malucelli Egoroff / Bo PME - FPH - 5,35 pp 6º João Pedro de Almeida Chaves / Calanthus JMen - FEP - 6,05 pp

Final Mirim

Campeão Henrique Fernandes Vieira de Albuquerque Maranhão / Coral Rec Xangô - FEP - 0 pp - 0/30s23 Vice Maithe Carolina Gabriel de Lima Marino / Donadoni BH - FPH - 0 pp - 0/30s32 3º Augusto Bonotto Perfeito / CRM Busch van het Prinsenveld - FGGE - 0 pp - 0/30s64 4º Camila Alvares Correa de Siqueira / Emily Polana - FPH - 0 pp - 0/31s34 5º Eduardo Coelho Barbara / Quatour du Qoutol - FPH - 0 pp - 0/32s06

6º Gabriela Munhoz Ongaratto Furlan / HSL Brandy - FPrH - 0 pp - 0/35s58

Final Pré-mirim

Campeã Maria Fernanda de O.F.B. Vitor / Cassiana - FPH - 0 pp - 0/39s55 Vice Julia Lacombe Reche / Darla RCLI - FPH - 0 pp - 4/47s49 3º Vivian Katherine Park Kang / Qualimar - FPH - 0 pp - 8/47s49 4º Chloe Tanzilli Teillere / Freestyle M - FPH - 4 pp 5º Bernardo Henrique Dias Argemi / M.E.C.G Aghadoe - FGEE - 4 pp 6º João Malucelli Egoroff / Czar - FPH - 4 pp

Final Mini-mirim - templo ideal desempate: 46s

Campeã Maria Vitoria Gastão da Rosa / Contigo de Laubry - FPH - 0 pp - 0/45s90 - 0s10 aproximação Vice Rafael Machado Mariano / Luan - FSMGH - 0 pp - 0/45s10 - 0s90 aproximação 3º Giulia Atrasas Bolson / SL Balli III - FHBr - 0 pp - 0/45s03 - 0s97 4º Isabela Gomes Galvão Vieira de Moraes / Rhea Du Charmoie - FPH - 0 pp - 0/47s01 - 1s06 aproximação 5º Barbara Thome Fischer / Haras Fischer Silver Ravela - FCH - 0 pp - 0/47s20 - 1s20 aproximação 6º Barbara Thome Fischer / Haras Fischer Dhara - FCH - 0 pp - 0/44s73 - 1s27 aproximação

Resultado completo (clique para ver)

fonte: Informações para imprensa (Carola May / Rute Araujo - fotos Luis Ruas)

#CHSA #BrasileirodeJuventude #CampeonatoBrasileirodeJuventude #CampeonatoBrasileirodeEscolas #hipismo

12 visualizações
  • Facebook Trote&Galope
  • Instagram Trote&Galope
  • Youtube Trote&Galope

© 2014 por TROTE & GALOPE e HELENO CLEMENTE PHOTOEQUESTRE

Todos os direitos reservados. Proibido reproduzir textos ou fotos sem autorização do autor. All rights reserved.