top of page
Buscar
  • Carola May

52ª Copa São Paulo agita a Hípica Paulista com a 3ª de sete observatórias pan-americanas no país

O GP, 1.55m, neste sábado (3/6), é válido pela 3ª Etapa do ranking brasileiro categoria Senior Top e observatória para formação do Time Brasil nos Jogos Pan-americanos 2023 no Chile. A 52ª Copa São Paulo, entre 31/5 e 4/6, tem entrada franca.


Nessa semana, entre 31/5 e 4/6, o Concurso de Salto Nacional 5* 52ª Copa São Paulo na Sociedade Hípica Paulista reúne a nata do esporte, amadores e jovens talentos. A principal disputa - o GP Troféu Roberto Luiz Joppert, a 1.55/1.60m - no sábado (3/6), vale pela 3ª etapa do ranking brasileiro senior top e observatória pan-americana em solo brasileiro para formação Time Brasil no Pan-americano 2023.


Ao todo o evento conta com 33 provas de 1.10 a 1.55m, totalizando mais de R$ 460 mil em premiação. Conforme a tradição, as principais provas serão disputadas na pista de grama Gianni Samaia e, nesse ano, a armação está a cargo da course-designer internacional brasileira Marina Azevedo, escalada para desenhar os percursos no Pan-americano 2023. Já as provas na pista de areia têm assinatura do renomado armador Gabriel Malfatti.


Lideram o ranking Senior Top 2023, após duas etapas realizadas no SHP Open na Hípica Paulista e no Internacional de Curitiba, Stephan Barcha - atual bicampeão brasileiro senior top 2021/2022 e campeão do GP da Copa São Paulo em 2022 que está em atividade na Europa há um mês e no último domingo (28/5) garantiu bronze no prestigiado GP5* Rolex em Roma.


O cavaleiro olímpico Doda Miranda, que vem de vitória no GP em Curitiba em 29/4, é seguido por Guilherme Foroni, vencedor do GP no SHP Open em 1/4. Ao todo, a Hípica Paulista recebe quatro das sete observatórias em solo brasileiro para formação do Time Brasil no Pan 2023, fechando com o GP do CSI-W Indoor, em 27/8.


O GP Troféu Roberto Luiz Robert Joppert (in memoriam), 1.55m, no sábado (3/6), a partir das 15h, é válido pela 3ª Etapa do ranking brasileiro categoria Senior Top (rendimento máximo) e observatória para formação do Time Brasil nos Jogos Pan-americanos 2023 no Chile, entre 1 e 4/11, valendo vaga dos melhores três países nos Jogos Olímpicos Paris 2024.


No domingo (4/6), o GP Amador Top, Junior e Under 2025 tem início previsto às 11h e o sempre concorrido Clássico Troféu Rodolpho Raul Lara Campos (in memoriam), a 1.45m, encerra a competição, com início (previsão) às 13h. Na sexta-feira (2/6), à tarde, o ponto alto é a Copa Ouro, a 1.40m.


Em paralelo, a 4ª Etapa do ranking brasileiro de Cavalos Novos nas séries 6, 7 e 8 anos movimenta o clube em 31/5 e 1/6. Em 2023, além do substancial aumento de premiação, o ranking vai garantir aos cavalos campeões passagem de ida e volta e um mês de estabulagem na tradicional temporada de inverno 2023, em Wellington (EUA), badalado point do hipismo nas Américas a cada início de temporada. As séries Senior Top e de Cavalos Novos são válidas pelo ranking da CBH.

José Roberto Fernandez Fº, tricampeão do GP 2014, 2015 e 2016, busca o tetra (Duílio Andrade)
José Roberto Fernandez Fº, tricampeão do GP, busca o tetra (foto Duílio Andrade)

Estarão a postos, entre outras feras, José Roberto Reynoso Fernandez Filho, tricampeão do GP 2014/2015/2016, os tops Marcello Ciavaglia, campeão do GP em 2019, Doda Miranda, José Luiz Guimarães de Carvalho, Guilherme Foroni, Ivo Roza Filho, Juliano Loureiro Carlos, Artemus de Almeida, Lucio Osório, Luciana Lóssio, Stephanie Macieira e os jovens talentos Paulo Miranda, Thales Marino e André Moura.







História e troféus perpétuos da Copa São Paulo

A Copa São Paulo nasceu com o nome Torneio Pão de Açúcar e, sem dúvida, fez história no hipismo brasileiro e internacional. Rodolpho Raul de Lara Campos, o Raul, campeão de hóquei e posteriormente um arrojado cavaleiro que começou a montar somente aos 33 anos, foi o idealizador do Torneio Pão de Açúcar (atual Copa São Paulo) em 1971, ao lado do comendador Valentim dos Santos Diniz, instituindo o primeiro concurso hípico com premiação em espécie. O Troféu Rodolpho Raul de Lara Campos, falecido aos 96 anos em 2020, foi criado em 2021.


São muitos os cavaleiros que fizeram e fazem a história da Copa São Paulo e do hipismo brasileiro. Ao lado de outros grandes nomes e amigos, como José Roberto Reynoso Fernandez, o saudoso Alfinete, hexacampeão do GP da Copa São Paulo, Caio Sérgio de Carvalho, Ricardo Gonçalves, Sergio Pereira, Carlos Alberto Santos e também Raul Lara Campos, Gianni Samaja, Eduardo Dantas, o Dantinhas, Roberto Luiz Joppert, mais conhecido como Bob, bicampeão do GP, era figura notória.


Falecido precocemente em 2009, aos 62 anos, Bob colecionou títulos nacionais e internacionais, entre eles, o bicampeonato GP Pão de Açúcar 1973/1974 (atual Copa São Paulo). Desde 2010, a cada edição da Copa São Paulo, a Sociedade Hípica Paulista homenageia Joppert com o Troféu Perpétuo Roberto Luiz Joppert, em que o campeão do GP tem seu nome inscrito, e leva uma réplica do Troféu para casa e uma outra réplica vai para o proprietário do cavalo campeão.

CSN5* 52ª Copa São Paulo Rua Quintana, 206 - Brooklin Novo (SP) Estacionamento: R$ 45,00



fonte: Imprensa CBH com SHP (Carola May / Francine Flach)

Comentários


bottom of page