top of page
Buscar
  • Foto do escritor

João Victor Marcari Oliva conquista inédita prata individual do adestramento brasileiro no Pan 2023

O cavaleiro olímpico João Victor, agora dono de duas pratas (individual e por equipes) no Pan 2023 e dois bronzes nos Pans de 2015 e 2019, já começa a focar em Paris 2024. Renderson Oliveira, que integrou a equipe medalha de prata, fechou na importante 5ª colocação.


Nessa quarta-feira (25/10), o adestramento brasileiro fez história nos Jogos Pan-americanos com a primeira medalha individual e inédita prata, após 40 anos, na Escola de Equitação do Exército em Quillota, região de Valparaiso, sede do hipismo nos Jogos de Santiago. João Victor Marcari Oliva, 27, montando Feel Good VO conquistou a prata totalizando nada menos que 86,160% no GP Freestyle. Até hoje, a única medalha individual do Brasil na modalidade era do cavaleiro Orlando Facada, bronze no Pan de Caracas 1983.


João exibe a histórica e inédita medalha de  prata individual no pódio do Pan 2023
João exibe a histórica e inédita prata individual no pódio do Pan 2023

Os melhores 20 conjuntos (máximo de três por país) disputaram a grande final - Grand Prix Freestyle (bônus de 3%) e Freestyle Intermediária I, reprises com movimentos obrigatórios em sequência livre com acompanhamento musical - em que os resultados anteriores zerados, ou seja, todos competiram em condições de igualdade. Sagrou-se campeão Julio Mendonza Loor, 44, equatoriano radicado nos EUA, que montando Jewel´s Goldstrike garantiu 86,160%. A medalha de bronze coube à norte-americana Anna Marek com Fire Fly, dupla que foi ouro no Pan 2019 em Lima. Também, com um resultado muito especial, Renderson Silva de Oliveira com Fogoso Campline fechou a competição individual na 5ª colocação totalizando 80,095%.


João, prata, Julio Mendonza, ouro, Anna Marek, bronze
João, prata, Julio Mendonza, ouro, Anna Marek, bronze

"Eu estou muito contente. A primeira palavra que me ocorre é alegria. Estou muito feliz com meu cavalo, o Feel Good que trabalho desde que era muito novinho. Sempre acreditei nele, assim como meu pai Victor Oliva e o treinador Norbert van Laak. Estamos colhendo o nosso trabalho de muito tempo. É o digo para todo mundo que, para chegar em um nível alto, é preciso programar, trabalhar com paciência e principalmente respeito ao animal. Onde cheguei hoje ainda não é o topo do pódio; quem sabe um dia conseguiremos mais um degrau", comemorou João, que iniciou sua apresentação aos acordes da música Feeling Good (versão Michael Buble).

Pirueta perfeita da dupla João Victor e Feel Good VO
Pirueta perfeita da dupla João Victor e Feel Good VO

"O Feel Good deu tudo dele e, igual a mim, queria ganhar hoje", finalizou João, agora dono de duas pratas em Santiago 2023 que somam aos bronze por equipes nos Pans de Toronto 2015 e Lima 2023. Desde já, João trabalha rumo a Paris 2024, que será sua terceira Olimpíada.

João e Feel Good VO: sintonia de milhões
João e Feel Good VO: sintonia de milhões

Renderson Oliveira, 31, que a exemplo de João está radicado em Portugal, também se mostrou muito satisfeito. "Tentamos buscar o máximo de pontos, conseguimos novamente uma coisa inédita pra gente. Estou muito contente e quero parabenizar os campeões. Fiquei em 5º, uma coisa espetacular para mim e que vai me dar mais vontade de trabalhar e voltar mais forte no próximo. Agora estou de olho em Paris, torcendo para que meus colegas consigam o terceiro índice e, se não for possível, quero me classificar pelo ranking individual."

Renderson e Fogoso Campline executando uma linda pirueta
Renderson e Fogoso Campline executando uma linda pirueta

Já Paulo Cesar dos Santos, 40, com Fidel da Sasa JE, dupla campeã sul-americana 2023 e primeiro brasileiro em pista, fechou com 71,175% na 15ªcolocação. "A poucos anos, eu nem pensava em disputar um Pan. Competir aqui no Chile foi um grande aprendizado, ao lado dos meus companheiros de equipe. Vamos continuar trabalhando para evoluir sempre." Paulo Cesar entrou para a final, uma vez que Manuel Tavares de Almeida com Rosa Belle, que havia garantido a vaga, optou por poupar sua montaria.

Paulo Cesar com seu Fidel da Sasa JE
Paulo Cesar com seu Fidel da Sasa JE


fonte: Imprensa CBH (Carola May com Rute Araújo / fotos Luis Ruas CBH)

コメント


bottom of page