Buscar
  • Carola May

Stephan Barcha é o campeão do GP Internacional na 51ª Copa São Paulo, na Hípica Paulista

Atualizado: 14 de jun.

Com o resultado, Stephan, campeão brasileiro senior top 2021, se manteve na liderança do ranking senior top 2022 e abre caminho para convocação nos Jogos Sul-Americanos 2022, já de olho no Pan 2023 e Paris 2024.

Stephan e Chevaux Primavera Montana Império campeão do GP Copa SP 2022 (Duilio Andrade)
Stephan e Chevaux Primavera Montana Império campeão do GP Copa SP 2022 (Duilio Andrade)

Fechando o Concurso de Salto Internacional e Nacional de Salto - 51ª Copa São Paulo, na Sociedade Hípica Paulista, o cavaleiro olímpico Stephan Barcha mais uma vez confirmou a excelente forma. Montando Chevaux Primavera Montana Império Egípcio, Stephan faturou o título do GP Troféu Roberto Luiz Joppert - Prêmio Credit Suisse, a 1.55/1.60m, válido como seletiva para formação Time Brasil nos Jogos Sul-americanos - Odesur 2022 no Paraguai, Final da Copa do Mundo 2023 nos EUA e 4ª etapa do ranking brasileiro senior top 2022.


Dos 36 conjuntos, conforme a regra, os 12 melhores - entre os quais, seis sem faltas - habilitaram-se para a 2ª e decisiva volta, com armação do course-designer argentino Ivan Tagle. Por ter sido o mais rápido entre os conjuntos zerados com suas duas montarias, Stephan foi o penúltimo e último em pista, precisando "apenas" garantir percurso limpo, uma vez que todos os demais concorrentes haviam cometido pelo menos um derrube.


Mantendo a incrível regularidade e performance, Stephan Barcha e Chevaux Primavera Montana Império Egípcio, BH de apenas 10 anos, cumpriram a meta com percurso cuidadoso sem faltas nos obstáculos em 61s19, fecharam com apenas dois pontos perdidos por ultrapassar o tempo limite, faturando o título do GP. Com o resultado, Stephan, campeão brasileiro senior top 2021, se manteve na liderança do ranking senior top 2022 e abre caminho para convocação nos Jogos Sul-Americanos 2022, já de olho no Pan 2023 e Paris 2024.


"Eu estou muito feliz, acho que o processo da Primavera está muito sólido. É uma égua que monto desde muito nova. A cada GP ela evolui, ela só faz zero. Foi o 12º percurso do ano e 12º zero. É muita consistência e algo raro que eu me orgulho muito, porque a gente trabalha muito para isso. Nossos próximos passos são o Campeonato Brasileiro e última seletiva para o Odesur (Jogos Sul-americanos). Ela está em preparação para, ano que vem, buscar uma vaga no Pan e Paris 2024", destacou Stephan. "Quero também agradecer ao proprietário da Primavera, José Romero Dias Gomes, ao Haras Império Egípcio e toda equipe da Chevaux."


Marcello e GR Garuda: vice-campeões (Duílio Andrade)
Marcello e GR Garuda: vice-campeões (Duílio Andrade)

O vice-campeonato coube à consagrada dupla Marcello Ciavaglia com GR Garuda, BH de 14 anos, com qual já garantiu inúmero títulos no circuito nacional, com percurso limpo na 2ª volta, na ótima marca de 42s04, fechando com os quatro pontos (1 falta) da primeira passagem.


Sergio Marins e California 19 em ação (Duílio Andrade)
Sergio Marins e California 19 em ação (Duílio Andrade)

Já em 3º lugar chegou Sergio Marins com California 19, Oldenburger de 13 anos, zerado na 1ª passagem e que "amargou" uma falta na 2ª volta, em 54s21. Com bela atuação, o cavaleiro da casa Vitor Dantas Medeiros com AG Bocker emplacou em 4º lugar, seguido por Rafael Collares Lucas da Rosa com Horus Método e Artemus de Almeida com Dubruch Jmen, totalizando, respectivamente, 4, 5 e 8 pontos, em 60s08, 61s54 e 53s80. A disputa distribuiu R$ 200 mil em premiação.


O Troféu Perpétuo Roberto Luiz Joppert

São muitos os cavaleiros que fizeram e fazem a história da Sociedade Hípica Paulista, mais antigo polo do hipismo brasileiro fundado em 1911. Sem dúvida, Roberto Luiz Joppert é parte dela. Ao lado de outros grandes nomes e amigos, como: José Roberto Reynoso Fernandez, o saudoso Alfinete (hexacampeão da Copa São Paulo); Caio Sérgio de Carvalho; Ricardo Gonçalves; Romeu Ferreira Leite; Sergio Pereira; Carlos Alberto Santos e também Raul Lara Campos; Gianni Samaja; Eduardo Dantas, o Dantinhas; Roberto Luiz Joppert, mais conhecido como Bob, era figura notória.


Falecido precocemente em 2009, aos 62 anos, Bob colecionou títulos nacionais e internacionais, entre eles, o bicampeonato GP Pão de Açúcar 1973/1974 (atual Copa São Paulo). Desde 2010, a cada edição da Copa São Paulo, a Sociedade Hípica Paulista homenageia Joppert com o Troféu Perpétuo Roberto Luiz Joppert, em que o campeão do GP tem seu nome inscrito, e leva uma réplica do Troféu para casa e uma outra réplica vai para o proprietário do cavalo campeão.


Stephan Barcha no hall dos campeões da Copa SP (Duílio Andrade)
Stephan Barcha no hall dos campeões da Copa SP (Duílio Andrade)

GP Troféu Roberto Luiz Joppert - Prêmio Credit Suisse Campeão Stephan Barcha / Chevaux Primavera Montana Império Egípcio - 0/2 - 2/62s19 Vice Marcello Ciavaglia / GR Garuda - 4/0 - 4/52s04 3º Sergio Henrique Neves Marins / California 19 - 0/4 - 4/54s21 4º Vitor Dantas Medeiros / AG Bocker - 0/4 - 4/60s08 5º Rafael Collares Lucas Rosa / Horus Método - 0/5 - 5/61s54 6º Artemus de Almeida / Dubruch JMen - 4/4 - 8/53s80



fonte: Imprensa CBH (Carola May)

10 visualizações0 comentário