Buscar
  • Carola May

Tudo pronto para a 51ª Copa São Paulo, mais antigo evento hípico na Sociedade Hípica Paulista

Mais antigo evento da Sociedade Hípica Paulista reune a elite do hipismo, de 9 a 12/6, fechando com GP Internacional, válido como seletiva para os Jogos Sul-americanos 2022, Copa do Mundo 2023 e 4ª Etapa do ranking brasileiro senior top 2022. José Roberto Reynoso Fernandez Fº busca o tetra no GP.


José Roberto Reynoso Filho busca o tetra no GP da 51ª Copa São Paulo (Luis Ruas)
José Roberto Reynoso Filho busca o tetra no GP da 51ª Copa São Paulo (Luis Ruas)

Essa semana, entre 9 e 12/6, o Concurso de Salto Internacional e Nacional Copa São Paulo chega à sua 51ª edição na Sociedade Hípica Paulista. A programação está intensa, com 21 provas de 1.10 a 1.55m. Na série Internacional, o ponto alto é o GP Troféu Roberto Luiz Joppert, 1.55/1.60m, no domingo (12/6), a partir das 15h. A disputa é válida como etapa seletiva para formação da equipe brasileira nos Jogos Sul-Americanos Odesur 2022, liga sul-americana para a Final da Copa do Mundo 2022 e ainda pela 3ª Etapa do ranking brasileira senior top.


Estão a postos, entre outras feras, José Roberto Reynoso Fernandez Filho (tricampeão do GP 2014/2015/2016) que vai tentar o tetra; Stephan Barcha, campeão brasileiro senior 2021 e atual líder do ranking senior top 2022; Cleison Botelho do Souza, campeão do GP em 2021; os tops Marcello Ciavaglia; Flávio Grillo; José Luiz Guimarães de Carvalho; Doda Miranda; Guilherme Foroni; Ivo Roza Filho; Artemus de Almeida; os jovens talentos André Moura; Thales Marino e Paulo Miranda; as amazonas Stephanie Macieira e Jordana Laffranchi, entre outros.


Na série Nacional, as principais disputas são o Clássico Troféu Rodolpho Raul Lara Campos, a 1.45m, ponto alto da competição no sábado (11/6), a partir das 13h, além da Copa Ouro, a 1.40m, no domingo (12/6) pela manhã, com início às 9h30. Ao todo, estão inscritos na competião 543 cavalos, computadas as séries nacional e internacional e 100 cavalos novos. Outro ponto alto é o GP para Amadores, a 1.35, no sábado, a partir das 15h30. A premiação total do evento é de 340 mil reais.


Em paralelo à competição, o boulevard de lojas e a festa junina (com limite de público) no sábado (11/6), prometem entretenimento extra. Patrocinam a Copa São Paulo: Gauss Capital; Credit Suisse; Three; Haras Império Egípcio; Haras Rosa Mystica; Special Marathon; Mundo do Cavalo; Milan Leilões; Haiah Pisos Borracha; 100% Eventos; Dunelli; Azimut Yachts; Park Inn Hotel e Alper Seguros.


Troféus Perpétuos Roberto Luiz Joppert e Raul Lara Campos

São muitos os cavaleiros que fizeram e fazem a história da Sociedade Hípica Paulista, do hipismo brasileiro e internacional; sem dúvida, Roberto Luiz Joppert é parte dela. Ao lado de outros grandes nomes e amigos, como José Roberto Reynoso Fernandez, o saudoso Alfinete (hexacampeão da Copa São Paulo), Caio Sérgio de Carvalho, Ricardo Gonçalves, Romeu Ferreira Leite, Sergio Pereira, Carlos Alberto Santos e, também, Raul Lara Campos, Gianni Samaja, Eduardo Dantas (o Dantinhas), Roberto Luiz Joppert, mais conhecido como Bob, era figura notória.


Falecido precocemente em 2009, aos 62 anos, Bob colecionou títulos nacionais e internacionais, entre eles, o bicampeonato GP Pão de Açúcar 1973/1974 (atual Copa São Paulo). Desde 2010, a cada edição da Copa São Paulo, a Sociedade Hípica Paulista homenageia Joppert com o Troféu Perpétuo Roberto Luiz Joppert, em que o campeão do GP tem seu nome inscrito, e leva uma réplica do Troféu para casa e uma outra réplica vai para o proprietário do cavalo campeão.


Rodolpho Raul de Lara Campos, cavaleiro arrojado que começou a montar somente aos 33 anos após largar a carreira internacional como jogador de hóquei, integrou a equipe brasileira no Pan-americano de 1963 em São Paulo e também chegou a competir na Europa, ao lado de grandes nomes, como os irmãos Nelson e Hélio Pessoa. Seu estilo era peculiar: nunca teve professor e ele mesmo escolhia seus cavalos que fizeram história nas pistas brasileiras e internacionais. Raul Lara foi idealizador da 1ª Copa São Paulo, em 1971, ao lado do comendador Valentim dos Santos Diniz, instituindo o primeiro evento com premiação em especial. O Troféu Raul Lara Campos foi instituído em 2021.


CSI-W e CSN 51ª Copa São Paulo 9 a 12/6 Rua Quintana, 206 - Brooklin Novo - SP



fonte: Imprensa CBH (Carola May)

5 visualizações0 comentário